Mais de três décadas de Rock de Subúrbio

Por: Vinícius Aliprandino

Há mais de três décadas em ação, o Garotos Podres é uma das mais antigas bandas punks do Brasil. Formada em plena Ditadura Militar, o grupo ficou reconhecido pela sua forma irreverente, crítica e antenada de fazer música. Atualmente a banda é formada por Sukata no baixo, Caverna na bateria, St. Denis na  Guitarra e o novo vocalista, Gildo Granada. O Papo Alternativo entrou em contato com a banda, e fez uma entrevista com o baixista, Sukata.

Fotos Banda Garotos... ( ex Garotos Podres )

(Papo Alternativo) Vocês já estão trabalhando em um novo material para prosseguir com o Garotos Podres? Quantas músicas devem vir por aí no próximo álbum da banda e quando deve sair esse novo trabalho?

(Sukata): Sim já estamos trabalhando novas musicas dando continuidade ao nosso trabalho, e esperamos poder aprimorar e mostrar uma qualidade melhor a medida do próprio tempo que levamos para produzir novas musicas, este material deve estar sendo lançado aos poucos em nosso site e em formato CD lá para Março de 2014.

(Papo Alternativo) Existe algum videoclipe em que vocês pretendem trabalhar?

(Sukata): Todo nosso material será novo, tendo em vista que os trabalhos antigos desde a primeira formação podem ser encontrados na internet, queremos recomeçar este ciclo com lançamento de um DVD, também para Março/14.

(Papo Alternativo) Por quais locais do país a banda ainda não passou e gostaria de passar nessa nova fase com um novo integrante?

(Sukata): Na realidade são dois novos integrantes, o Gildo nos vocais e o St. Denis (Piui) na Guitarra, vamos procurar refazer nossa rota de trabalho entre as capitais dos Estados brasileiros e alguns países da Europa que já estão praticamente marcados para Abril de 2014, como Portugal, Espanha e França. Depois dessa tour esperamos conseguir entrar com nosso trabalho em países como Argentina, Chile e outros da América Latina.

(Papo Alternativo) Para uma banda que está desde os primeiros anos do movimento Punk no Brasil, o que vocês têm visto mudar de lá para cá?

(Sukata): Muitas coisas vêm mudando e isso é parte da história humana, novas tecnologias, novos comportamentos, o que surpreende é a integração das pessoas com todas as suas diferenças, estão se moldando e meio que entrando num processo de simbiose de interesses difusos e coletivos. Isso parece ser muito bom, no que diz respeito ao fortalecimento dos interesses comuns, porém é um risco a divisão e formação de grupos independentes e sem controle social.

O Punk influenciou diretamente nesta relação comportamental e expressiva de liberdade, e continua caminhando junto com a sociedade, ainda que ela não reconheça isso.

(Papo Alternativo) Dessas mudanças quais foram boas e quais vocês percebem que poderiam não ter ocorrido?

(Sukata): O melhor das mudanças é a abrangência de conhecimento e participação social sobre os interesses públicos, como a participação popular na política regional refletindo na Federal, a velocidade e integração da comunicação em massa pela internet (o movimento passe livre é exemplo disso).

Tudo pode ocorrer, existe liberdade para tal, desde que reconhecido o autor conforme determina a Lei, mas o que poderia ser evitado é a utilização da força de protesto jovem para interesses criminosos ou partidários; e isso tem que ser combatido, a vulgarização dos interesses sociais decorrentes de atos articulados para desestruturar a iniciativa com bases justas.

Fotos Banda Garotos... ( ex Garotos Podres )

(Papo Alternativo) São quantos anos de estrada?

(Sukata): A banda foi formada no fim de 1982 durante a Ditadura Militar, eu estou desde Fevereiro de 1983, o que corresponde a 31 anos de banda!

(Papo Alternativo) Fora da banda quem são os garotos podres? Tem suas famílias, trabalhos, hobbies e projetos paralelos?

(Sukata): Nenhum de nós vive economicamente da banda. Eu, Sukata, baixista, sou advogado e escritor; o Leandro, baterista, é empresário; o Gildo, vocalista, é vendedor autônomo; e o Denis, guitarrista, é técnico e produtor de bandas.

 

(Papo Alternativo) Como uma banda de rock que sempre teve letras que abordavam vários temas relacionados à sociedade e a política, vocês acreditam na música mais como uma forma de resistência cultural, para preservar o que foi construído ou também acreditam que ela possa ser combustível para fazer as pessoas pensar?

(Sukata): Pode-se dizer que é um pouco das duas coisas, mas principalmente uma harmonização sobre um conteúdo transmitido nas letras que fazem a pessoa ouvir e assimilar tal mensagem, podendo absorver tal energia para sua vida, pode-se notar isso no processo de imbecilização que submete as pessoas, musicas como o tal “funk nacional”, o sertanejo/guarania misturado com subproduto americano e o pagode.

(Papo Alternativo) Da atualidade quais bandas vocês mais tem ouvido e quais as que vocês apontariam para dizer “essa tem feito um trabalho legal dentro do universo que vivemos”?

(Sukata): Confesso que não tenho ouvido rádio e pouco assistido televisão e isso faz alguns anos, não tenho visto nem ouvido nada de novo, ou pelo menos o que se faça valer a pena perder um tempo da vida ouvindo ou vendo, a maioria do que temos em andamento são grupos e pessoas de 30 anos atrás que ainda se mantém na atividade e para que isso possa estar acontecendo, imagino que o público de forma geral, não tem encontrado nada melhor, uma pena!

(Papo Alternativo) Sabemos que a banda nunca foi de levantar bandeira nenhuma, mas como vocês enxergam as mudanças políticas da época que vocês começaram com a banda para a atualidade?

(Sukata): A bandeira que sempre mantivemos em punho, é a do ESTUDO! Estudar, conhecer, pesquisar e se aprimorar, isso faz toda a diferença como indivíduo e que se expressa na família e sociedade.

Não vejo grandes mudanças políticas, o Brasil tem um bloqueio histórico pelo fato de ser Colonizado e isso perdura até os dias de hoje; tal situação somente pode ser revertida num processo de desenvolvimento educacional de longuíssimo prazo, infelizmente.

(Papo Alternativo) Sintam-se a vontade para deixar uma mensagem para a galera que escuta o som de vocês e está lendo a entrevista.

(Sukata): Obrigado por estarem acompanhando nossa história e nossa trajetória musical. Como a própria vida é em sua essência, feita de altos e baixos, assim também somos nós, pessoas falhas, mas que sempre lutamos para ser melhor hoje do que fomos ontem; e com isso aprendemos a não carregar falsos ídolos e mitômanos em nossos ombros porque temos certeza que, qualquer objetivo próspero só se alcança com a unidade, objetividade e honestidade de um grupo coeso; ninguém faz nada sozinho nesta vida, valorizamos a família, o trabalho e Deus em nossas vidas; o resto, fazemos acontecer. Saúde e felicidade a todos!

Seguem abaixo alguns links relacionados a banda:

SITE: http//www.garotospodres.com

EMAIL: (contato para shows): bandagarotospodres@gmail.com

FACEBOOK: (Fan Page) facebook.com/garotospodresoficial

PAGEBAND: fb.bandpage.com/garotospodres

YOUTUBE: http//www.youtube.com/garotospodresoficial

MYSPACE: http//www.myspace.com/garotospodresoficial

SOUNDCLOUD: http//www.soundcloud.com/garotospodresoficial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s