Mescla de estilos e qualidade marcam “Ohana” de Felipe Maia

Por: Vinícius Aliprandino

felipe maia 3

Recentemente o cantor e compositor Felipe Maia lançou seu primeiro EP. Intitulado Ohana, o álbum conta com 7 faixas. Embalando nos mais variados estilos, Samba Rock, MPB, Bossa Nova, Surfmusic e Reegae o disco foi gravado pelo próprio músico e a produtora musical “Zion”, a qual o Maia também faz parte.

De acordo com o artista o nome do álbum “Ohana”, palavra que em havaiano significa “família”, é uma homenagem a sua, que esteve presente em muitas partes de sua vida. “Ohana significa família, e não teria um nome melhor para o EP se não a Ohana que esteve comigo, enquanto muitas partes, inclusive, e principalmente a parte da música, estava acontecendo na minha vida”, explica Maia.

Segundo o cantor, o EP não teve custo algum. O disco foi gravado de dentro do apartamento do músico, tendo ele gastado apenas com a impressão das capinhas do álbum.

Com relação ao valor cobrado nas vendas de “Ohana”, Felipe deixa que o próprio público decida quanto deva pagar pelo seu trabalho. Dessa forma, segundo o cantor, o público avalia o quanto é justo investir no trabalho de um artista e pelo que ele fez para se iniciar no mundo da música.

Com o disco em mãos, Felipe Maia já tem caído e rodado pela estrada. O músico já se apresentou nas cidades de São Paulo, Porto Alegre, Campinas, Sumaré e Hortolândia. Nessa última, Maia tocou no tradicional festival “Lual Coletivamente”, tendo tocado suas músicas para mais de 700 pessoas, esquentando o público no frio da madrugada com seu estilo.

7

Faixa a faixa de “Ohana”

“Faz Tão Bem”

“Ohana” começa com a canção “Faz Tão bem”, que se inicia num ritmo agitado e que aos poucos da espaço pra bateria que interage com os demais instrumentos da música e se mescla na qualidade da canção, que segue com os versos:

“Eu nem vi, cheguei tão perto do seu coração. Senti na pele algo assim tão bom. Me dediquei a celebrar teu ser, porque tanta beleza eu não vou ver. Eu sei que tudo é natural assim, sereno confiante em ti, das profundezas do teu ser, eu vou me encontrar mais uma vez”


“Samba de Maracatu”

A segunda faixa do disco é a Samba de Maracatu. Com um ritmo mais gingado, a música traz os elementos do samba e conta a história de um rapaz morador do morro que desce até a Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro para ver sua amada.

“Por isso meu samba de maracatu e eu rezo a minha reza pra qualquer um”.

1

“Pouco a Pouco”

Em seguida, Ohana traz “Pouco a Pouco” como a terceira canção do EP com uma sonoridade mais calma e que dá um clima carioca quando unido às ondas do mar que parecem servir como uma segunda voz na música.

“Malícia, minha malícia daquele povo. E me diz só o que há de novo. Eu me equilibro Pouco a Pouco”.

Girassóis

Com uma guitarra mais presente, “Girassóis” se inicia enquanto Felipe segue os versos cantando “Nem faz tanto sentido, livre como ser um veneno coagido. Quem faz o melhor caminho, a vida vai passando, deixando como um fio. Tentar não é fazer de conta. Menino quer mudar só não sabe pra onde aponta”. Destaque para a presença marcante do contrabaixo que traz certa “agressividade” e “perigo” a música.

“Verdades”

Se na faixa anterior o álbum apresentava maior peso e agressividade, em “Verdades” essa característica está ainda mais presente. Com vocais e solos de guitarra que rasgam em desespero, a faixa chega a lembrar o estilo do Cazuza em “O Tempo Não Para”, porém com um estilo próprio e mais peso.

“Eu não quero mais as mentiras que não deu para você. Verdades que escolhi sem perceber. O mundo como eu planejei. Eu já sei lidar com os erros que eu cometi”.

 

“Luz do Céu”

Ainda com muita influência das guitarras do rock, a quinta canção de “Ohana” é a “Luz do Céu”. Junto a uma base que gruda na cabeça, nessa faixa a bateria segue com seu compasso fugindo do básico e previsível, finalizando e mostrando as influências que Maia tem do Reggae em seu trabalho.

4

“O Destino”

Encerrando o disco, a música “O Destino” vem em ritmo mais calmo do que as duas anteriores, trazendo as influências da Bossa Nova na faixa que veio pra fechar, de maneira excelente, o álbum.

“O destino bateu em minha porta, me ensinando como vou trilhar, iluminando toda a minha volta e me dizendo onde vou chegar”… “Tiro certeiro não pode derrubar aquilo que com fé podemos levantar”

 

Além do disco, o músico carioca já divulgou 3 clipes no Youtube. As faixas que ganharam o vídeo foram “Samba de Maracatu”, “Faz Tão Bem” e um lyric vídeo da canção “Girassóis”.
Abaixo segue os links dos clipes do músico carioca e seu álbum “Ohana” que veio para somar de maneira positiva a cena musical brasileira. Confiram!

“Ohana”

“Samba de Maracatu”

“Faz tão bem”


“Girassóis”

Facebook de Felipe Maia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s