Nando Reis lança Jardim Pomar e conversa com o Papo Alternativo

Por: Vinícius Aliprandino

15056465_1386805934671145_7230730387254347435_n

Dono de um nome que dispensa apresentações e já reconhecido por todo seu trabalho como cantor e compositor, e pelos créditos de uma gama de álbuns, Nando Reis acaba de lançar seu “Jardim Pomar“.

O álbum possui 13 faixas: “Infinito Oito”, “Deus Meu”, “Inimitável”, “4 de Março”, “Só Posso Dizer” (São Paulo), “Concórdia”, “Azul de Presunto”, “Lobo Preso em Renda”, “Pra Onde Foi”, “Como Somos”, “Água-viva”, “Pra musa” e “Só Posso Dizer” (Seattle).

O disco foi gravado de maneira totalmente independente e será lançado pelo selo Relicário, nas plataformas digitais, CD, vinil e K7.

As gravações de Jardim-Pomar começaram em Seattle, Estados Unidos (Soundhouse e Sunyata Sound). Após seis meses, o cantor finalizou o disco em São Paulo (Estúdio Trama e Estúdio Space Blues) e no Rio de Janeiro (Cia dos Técnicos).

Aproveitando o lançamento, o Papo Alternativo conversou com o cantor, que nos contou um pouco mais a respeito do álbum, suas perspectivas com relação a carreira, entre outros assuntos. Confira esse bate papo alternativo logo abaixo.

15042121_1389537111064694_1648119353286853893_o

(Papo Alternativo) Olá, Nando, tudo bem? Muito obrigado por conversar com o Papo Alternativo. Pra começar, conta pra gente o que “Jardim Pomar” tem de mais interessante pra você em relação aos álbum anteriores?

(Nando Reis) A grande diferença de um disco para o outro, sempre são suas músicas. Esse é disco de músicas inéditas, todas elas, salvo uma ( Concórdia) nunca havia sido gravadas. Acredito que seja isso que vá despertar o interesse maior das pessoas. Gosto muito das músicas, gosto da forma que foi gravado – nunca havia gravado um disco em duas fases, com um intervalo de tempo entre uma parte e outra como fiz agora; a primeira em Seattle, a outra em São Paulo. Nunca havia trabalhado com 2 produtores. Embora Jack Endino e Barrett Martina, trabalhem muito juntos, cada um foi responsável pela produção das musicas de sua respectiva etapa. Terminamos por mixar o disco juntos, os três, em Seattle. Mas a diferença de estilo dos dois como produtores, acabou por enriquecer o disco.

(Papo Alternativo) Já li que você escreve muitas de suas músicas inspiradas em sua esposa. Além dela, o Jardim Pomar, em outros assuntos abordados, tem outras influências?

(Nando Reis) O fato de eu predominantemente gostar de falar sobre amor, tanto nas relações pessoais como em relação ao amor pela própria vida, sempre traz uma relação direta com a matriz daquilo que é o que entendo por amor – minha relação com minha mulher, com quem estou casado há 32 anos, e a quem conhece desde os meus 15 anos de idade. Mas esse disco tem muitas outros assuntos abordados, entrelaçados, nas letras das músicas. Falo muito da finitude, da mortalidade, da passagem do tempo….

(Papo Alternativo) Tem alguma ou algumas músicas do novo álbum que tem um sabor diferente e especial pra você?

(Nando Reis) Músicas são como filhos. Cada uma com sua pessoalidade, individualidade, cada uma com um jeito diferente.

15253466_1399234576761614_6398072251974195787_n

(Papo Alternativo) Como funcionou o processo de composição do álbum?

(Nando Reis) Não houve exatamente um processo. Recolhi o que fiz de mais interessante nesse período 2012 a 2016, o que combinou melhor para ser costurado como repertório do disco. Apenas Concórdia não é deste período.

(Papo Alternativo) O artista tem sempre um desafio novo a cada álbum. Alguns álbuns conseguem um público maior, outros não. Independentemente disso, o mais importante é expor aquele seu trabalho. Mas mesclando tudo isso, satisfação com a obra e expectativa de público. Como você acredita que vai acontecer com Jardim Pomar?

(Nando Reis) Não faço a menor ideia, felizmente…. Quando você termina um disco, ele não te pertence mais. O que vai acontecer com ele não depende de você, da sua vontade, não está sob seu controle. Eu sempre e acredito estar dizendo algo que no mínimo possa ser interessante para quem acompanha meu trabalho. Mas faço um disco, fundamentalmente, para me agradar. O resto, é imprevisível.

(Papo Alternativo) Os anos passam, as inspirações e influências costumam mudar, mas o que eu percebo é que você, apesar de fazer álbuns e músicas inovadoras, consegue manter sua essência. As músicas do Nando Reis têm a cara do Nando Reis. Como consegue manter essa essência e também se renovar em todos esses anos?

(Nando Reis) Não sei te responder. Não sou bom em inventar histórias, como assunto das músicas. Acho que escrevo para organizar meu pensamento sobre coisas que me intrigam e importam, sei que tenho uma forma muito peculiar de escrever. Estilo? Talvez. Nesses anos todos de trabalho acho que desenvolvi uma linguagem própria. Que tenta não ser redundante, mas que tem uma marca característica. Sou imagético, coloquial, quase barroco.

15170739_1392579110760494_8345859902305079820_n

(Papo Alternativo) O que mudou no Nando atual em relação ao do passado? Quais as principais experiências e bagagens que somaram em sua vida e sua carreira?

(Nando Reis) Muita coisa mudou! Durante anos minha vida foi uma desenfreada busca por novidades e experiências, desbravando caminhos, abrindo frentes. Agora já sei o que me interessa, o que gosto, o que me importa. Quero aproveitar meu tempo para me dedicar mais ao que me importa. Gosto muito de trabalhar, de estar na estrada, mas não é só isso que me interessa. Quero dosar melhor o tempo de dedicação a profissão, com a minha vida pessoal.

(Papo Alternativo) Atualmente, com essa experiência que a vida e a estrada te proporcionaram, você pode olhar pra trás e analisar seu passado com outros olhos. Você sente falta de alguma coisa da época em que era parte dos Titãs?

(Nando Reis) “É bom olhar pra trás, e admirar a vida que soubemos fazer; é bom olhar pra frente”. Acho que esses versos meus, da música “Dessa vez” respondem bem essa questão.

(Papo Alternativo) Dentre todos os trabalhos de sua carreira, qual você considera mais marcante em sua vida?
(Nando Reis) Impossível dizer diferente: será o próximo!

15230820_1398852763466462_1389961762101068070_n

(Papo Alternativo) Já vi em em uma entrevista que você não gosta muito de falar a respeito do significado das suas músicas e prefere que cada um tenha  a própria forma de interpretar. Mas com relação a “Segundo Sol”, ela tem uma mensagem muito enigmática e interessante. Conta pra gente um pouco sobre em que se baseou pra escrever ela.

(Nando Reis) Escrevi essa música a partir de uma conversa com uma pessoa que veio me contar de uma teoria esotérica sobre a chegada do Segundo Sol. Minha primeira reação foi de zombaria. Depois me senti meio mal de ter sido tão assertivo, e acabei me retratando. Por que ser tão hostil com uma crença que seja diferente da sua? Essa música acaba sendo uma defesa da relatividade do ponto de vista, um reconhecimento da legitimidade da opção de cada um.

(Papo Alternativo) Você e sua esposa, Vânia, já se separam uma vez e hoje estão juntos novamente. Vocês se conheceram na época do colégio. Você acredita que as pessoas se encontram por um acaso na vida ou que existe um destino pra cada um, uma pessoa certa pra cada um?

(Nando Reis) Não creio nisso, que exista a metade da maçã nos esperando. A vida é uma somatória de acaso, de sorte, e de acerto nas escolhas. E a manutenção com zelo de tudo aquilo que te importa.

(Papo Alternativo) Existe algum plano, sonho ou meta que você não conquistou em sua carreira e que ainda gostaria de buscar?

(Nando Reis) O dia que eu não sonhar mais, é porque certamente estarei morto.

(Papo Alternativo) Quais são os planos e expectativas para 2017?

(Nando Reis) Basicamente entrar em turnê para divulgar o “jardim-pomar”.

14993292_1384140164937722_8238803800772054854_n

Confiram o novo álbum de Nando Reis no Spotify e acompanhem mais de perto o trabalho do músico através de sua página oficial no Facebook.

1 comentário Adicione o seu

  1. Jaqueline Vitor do Nascimento disse:

    Demais!
    Adoro Nando Reis!
    Parabéns!!! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.