O filme que Aloizio não quer ver

Por: Vinícius Aliprandino

youtu.be-noGXwq64LhA

Crédito da foto: Thais Mallon

Melancólico e vagando pelas ruas de Brasília. Assim é o clipe de “o filme que eu não quero ver” de Aloizio e a Rede. Lançando recentemente, o músico compôs a canção em um retiro que fez, quando morou no Rio de Janeiro.

De acordo com Aloizio, nessa época, ele dava conselhos a uma amiga, porém, percebeu que os conselhos serviam não apenas para ela, mas também para o próprio músico.

Nesse período fiquei bem incubado, compondo e produzindo. E conversando com uma amiga, percebi que estava dando a ela os conselhos que eu mesmo deveria ouvir. Conversamos sobre o conceito de auto responsabilidade. Parar de culpar o outro. Foi inevitável reviver uma história na cabeça e essa música nasceu de um improviso. Eu escrevi as três primeiras frases, dei o REC e o resto foi fluindo. Os acordes são extremamente densos. Alguns amigos até sugeriram uma pequena mudança de rima, mas eu preferi deixá-la exatamente como veio ao mundo”, conta o artista.

A canção será parte do disco que o músico irá lançar em 2018.

As sombras e a escuridão são peças chaves do vídeo. Representando solidão e tristeza, o músico vaga pelas ruas de Brasília, enquanto que a canção segue falando sobre alguém que perdeu a pessoa amada e se arrepende de atitudes que teve e não teve, de modo que, se tivesse feito o contrário, a situação poderia ter sido diferente. Porém, o que resta ao personagem, é conviver com a dor e desfrutar da companhia das luzes baixas de ruas e avenidas da cidade.

A direção do vídeo é de Thais Mallon, enquanto que a assistência de fotografia foi realizada por Gustavo Pastorino. A produção e idealização é do próprio Aloizio. Já a finalização foi realizada por Raphael Borghi.

Confiram o clipe de “o filme que eu não quero ver” no link abaixo e acompanhem o trabalho do músico, através da página oficial do músico no Facebook.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s