Em clipe, Pense mostra que “Todo Momento é o Agora”

Por: Vinícius Aliprandino

31403923_1789205057784576_7317119655145897984_n

Conquistando cada vez mais espaço na cena independente, a Pense divulgou recentemente o clipe, com a música que abre o caminho para o disco “Realidade, Vida e Fé“, que a banda lançará no dia 25 de maio.

Aqui a regra é: parar, respirar, olhar em volta, pensar, viver, ser, estar. A música “Todo Momento é o Agora”, como seu título define, traz a ideia de que cada momento é feito para ser desfrutado. De tudo podemos tirar proveito, saber lidar, pensar a respeito e sentir de fato. Sem se preocupar em chegar a uma meta, mas fazendo do caminho uma meta. A banda já trazia essa ideia nos trabalhos anteriores.

A faixa “Contra Cultura“, que abre o álbum “Além Daquilo Que Te Cega”, já na ponta da língua de boa parte do público da banda e do Hardcore, desde aquela época já abordava sobre “O conceito de felicidade para muitos e de que ela é algo a ser atingido, quando de fato, ela não é uma meta, mas sim um caminho”.

Porém neste novo clipe, a banda, não apenas parece, como conseguiu atingir um novo patamar. “Todo Momento é o Agora” faz uma reflexão, não apenas do interno, mas ela expõe, quase como se vomitasse, jorrando tudo aquilo que faz mal, engessa e impede de viver, em uma busca pela paz interior e consequentemente exterior.

Uma mente turbulenta, que se isola do mundo, também nocivo, para entender o todo, já que “Somos Todos Um”. E então assim poder voltar para a selva de pedras e conseguir conviver e viver.

A música abre mão de apontar problemas e soluções na dicotomia política, que estamos tão acostumados. Ela pede um cessar fogo diante do ódio, tantas vezes, gerado por ambos os lados. Entretanto, a banda não se omite diante dos problemas que os debates se pautam. A diferença é que na ideia do grupo de Belo Horizonte, o buraco não está nem mais embaixo, mas sim alojado nas entranhas.

pense-por-luringa
Foto por: Luringa

Abordar questões introspectivas, para que, cada ser humano possa entender que o problema não são para aqueles que apontamos os dedos, mas sim todos nós, logo o “eu” passa a ser a chave para abrir esse cadeado e nos libertar dessa prisão. Em uma ação individualizada, tratando do interno, o externo é beneficiado e promove melhores atitudes, e logo, um mundo mais justo, com atitudes mais justas.

O presente é o agora e a mudança acontece nele. Nisso tudo se baseia algo tão simples, porém positivo, sincero e que faz enxergar. “Todo Momento é o Agora” é pesada e rápida no som, mas leve e tranquila na sensação.

No clipe, o vocalista Lucas Guerra aparece em uma antena, na parte alta da cidade. Lá de cima, seguindo a letra da música, o músico tem a visão de fora, sendo possível compreender o todo e então diante de tanta grandeza, começam os questionamentos com relação às causas da ansiedade, atitudes precipitadas, muito conhecimento sobre tantas coisas, mas deixando de lado a compreensão do que reside dentro de cada um de nós.

A canção segue com a pedrada gritando “seja sincero e a verdade te libertará”, e alertando que a vida é curta demais para deixarmos para vive-la, em um futuro, no qual acreditamos que logo vai chegar, mas enquanto isso, antes disso, vivemos apenas a esperar.

“Tanto tempo que eu nem sinto o vento bater
Respira mais, respira e olha a vida
E as conclusões que cheguei não podem mais se perder
Chega de olhar pra trás todos os dias”

Corroborando com a ideia, entra em cena algumas falas da Monja Coen Roshi. A monja, cujas falas e pensamentos, ao lado de Mario Sergio Cortella e Eduardo Marinho, fazem parte de momentos iniciais dos shows da banda, nos quais, o grupo coloca áudios com as falas dos pensadores.

Enquanto Lucas Guerra, Judá Ramos, Ítalo Nonato, Cristiano Souza e Charles Taylo, lavam a alma no palco, as fala de Coen tomam conta do momento, estudando e questionando porque deixamos de viver o presente, esperando colher o que há de bom, apenas no futuro. Deixando de lado ter bons momentos e boas memórias, que podem ser construídos e vividos no agora.

A direção, roteiro, iluminação ficaram a cargo de Derick Borba. A assistência de produção foi feita por Alexandre Lima, Lucas Foreaux e Igor Cerqueira. A assistência geral foi realizada por Felipe Cavalieri, que ao lado de Amanda Dantas, cuidou do making of. A produção ficou por conta do guitarrista Ítalo Nonato e do Gravando Bandas.

Confiram o clipe no link abaixo e acompanhem o trabalho da Pense, através da página oficial da banda no Facebook.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s