Resenha faixa a faixa do EP da Bife Simples & o Carabala

Por: Vinícius Aliprandino

24796409_798274340359545_3434257585126359113_n

No ano passado, os grupos Bife Simples & o Carabala se uniram para gravar o EP “O Cheiro da Chuva na Farmácia Pobre da Velha Congela”. O nome é extenso porque carrega o título de cada uma das canções do EP. Ao todo são 4 faixas que compõem o disco: “O Cheiro da Chuva”, “Na Farmácia”, “Pobre da Velha” e “Congela”.

O lançamento do EP aconteceu através do “180 Selo Fonográfico”. As músicas foram gravadas no Panamá Estúdio Pub. A gravação ficou sob os cuidados de  Leandro Schirmer e André Brasil. A mixagem e masterização foram realizadas por Julio Porto, no Estúdio Marmita. A produção é de Carlinhos Carneiro (Bife Simples) e Leandro Schirmer.

A Bife Simples é formada por Carlinhos Carneiro, enquanto que o Carabala conta com Ronaldo Rocha (baixo e voz), Guilherme Cunha (guitarra e segunda voz) e Gabriel Klaser (bateria).

O Papo Alternativo preparou uma resenha faixa a faixa do disco, que você confere logo abaixo:

A faixa que abre o disco, “O Cheiro da Chuva“, começa pedindo uma dança maluca de quem estiver ouvindo. Assim como o ritmo vem com doses de loucura, a letra que fala sobre o cheiro a chuva, acompanhado dos vocais, que refletem insanidade, e mostra que o rock deste trabalho não tem nada de certinho e comportado. A música que desde o começo tem esse jeito doido, termina de maneira catártica.

Em seguida, entra em cena a canção “Na Farmácia”. Ao contrário da faixa anterior, aqui a Bife Simples & o Carabala mostra um jeito mais centrado. Música mais calma, com linhas de baixo bem destacada, dando um jeitão mais dançante, apropriado para poder experimentar alguns passos em alguma pista de dança, na plateia de algum show, ou mesmo na sala de casa.

Ao chegar no refrão, com os versos que proclamam “Da nova geração”, a música de uma hora pra outra ganha peso e lembra o jeitão despojado da faixa anterior.

Pobre da Velha” aparece com uma pegada que gruda na cabeça. A letra da canção fala sobre o personagem que está no banheiro e em determinado momento, sua vizinha chega na casa para avisar que uma senhora do mesmo prédio faleceu.

A música que encerra o EP é “Congela”. A canção é a mais calma e “bonitinha” do disco. Com a voz rasgada, Carlinhos Carneiro inicia a música cantando para outra pessoa, sobre não se ligar apenas nos problemas. Em seguida, a música faz um convite a pessoa para poderem passear pelas ruas, enquanto chove em uma noite de réveillon.

Confiram o EP no link abaixo e acompanhem as bandas Bife Simples e O Carabala, através das páginas oficiais de cada um dos grupos no Facebook.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s