“Paulibucano”, o samba autobiográfico de Toinho Melodia

Por: Letícia Moraes

Paulibucano (Merylin Esposi)

Toinho Melodia acaba de lançar seu primeiro álbum, que narra a trajetória do menino que deixa a periferia de Recife e se torna compositor de samba na maior cidade do Brasil, São Paulo. O disco “Paulibucano” tem 13 faixas e é um trabalho quase autobiográfico.

O disco vem carregado de particularidades das duas regiões brasileiras vivenciadas por Toinho, o que é notável no neologismo do título do projeto. Trazendo a narrativa dos cordelistas, sotaques e melodias nordestinos e a malandragem urbana paulistana. Um agrado entre o xote e o samba de terreiro.

Gravado nos estúdios Casa da Lua, Centro Universitário Belas Artes e Medusa, o álbum conta com arranjos do maestro Edson Alves e foi idealizado por Rodolfo Gomes (líder do Conjunto Picafumo), Rodolfo também assina a produção musical junto de André Santos e Gabriel Spazziani.

O trabalho engloba referências e tributos a Toniquinho Batuqueiro e Jangada, uma composição de Talismã, sons de zabumba, triângulo, sanfona, viola e rabeca e casos cotidianos e corriqueiros da vida do compositor. Tudo isso lançado de forma independente. “Paulibucano” está em todas as plataformas digitais.

Um das canções do disco também ganhou um clipe, “Pretexto”, que percorre o caminho entre as duas cidade idealizadoras do projeto. Mostrando todo o carisma de Toinho Melodia.

Ouça “Paulibucano”:

 

Assista ao clipe de “Pretexto”:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s