Os vários sentimentos de “Algum Lugar” da Moreati

Por: Vinícius Aliprandino

Moreati_Credito - Marina Melim BAIXA 2 (1)
Foto por Mariana Melim

Imagine reunir vários sentimentos em um único álbum – da revolta a paixão, da decepção a raiva e chegando ao amor – e tudo isso no embalo do rock alternativo. É nessa mistura que o power trio Moreati lançou “Algum Lugar”, o disco de estreia do grupo.

Mas a mistura de todos os sentimentos e lembranças não se dá a toa. O disco tem a proposta de fazer uma crítica. Vai da contestação aos moldes nos quais a sociedade segue enquadrada, mas não é apenas isso. O disco traz ainda mais. Essa contestação faz parte do jeito de ser dos capixabas da Moreati e junto a isso vem a vontade de levar mais além o trabalho e a música, mostrando, através deles, que nem tudo precisa seguir a risca aquelas regras determinadas.

Moreati_Credito - Marina Melim (1) BAIXA
Foto por Mariana Melim

Faixa a faixa

O álbum começa com a faixa “Dança”. A música que não traz seu nome por acaso, mostra a dança, em uma tentativa de resistir aos encantos de uma garota, mas sem sucesso, se entregar sem pensar.

Em seguida é a vez de “Moldado”. E se uma das propostas da Moreati é a busca por se libertar dos moldes impostos, na segunda canção do disco a banda aborda exatamente essa ideia. Não ser julgado nem amado refazer, moldar, resistir e brincar de viver é o que a poesia do trio canta.

“Descalço, sinto na pele a vida
O chão frio só me faz aprender
Que de ser, vive quem se permite
Permitir, libertar, renascer”

Cortejo” começa pela cozinha. A bateria dá o ritmo logo na introdução, seguida dos riffs e solos de baixo e guitarra. Ao entrar os vocais, em vários instantes da canção, quase sussurrados, fala sobre encontrar alguém na madrugada, e dividir uma garrafa, sorrisos e ideias.

A próxima faixa é “Cidadão de Bem” – carregada de críticas a favor da liberdade para cada um ser quem quiser, desde que não prejudique o próximo. Cabendo a cada um entender que o respeito serve para todos. A faixa cutuca diretamente a ferida da homofobia e defende que todos têm o direito de amar a quem quiser, e de poder andar na rua, sem se preocupar com julgamentos e violência.

“Cabe ao cidadão de bem
Entender que não é quem
Acha que vive o sonho americano pode julgar quem anda de mãos dadas com fulano que de dia não convém”

A quinta faixa é “Desde Moleque” e mais uma vez o grupo mostra que desde cedo aprendeu que não se encaixava dentro dos limites impostos dentro da sociedade. E como se não fosse o bastante, a banda também fala sobre não se contentar com o que é oferecido. É sobre buscar, experimentar, ser e viver.

Vem Me Ver” se afasta um pouco das críticas e fala sobre desejo, surpresa e amor. “Carta” traz backing vocals que soam como ecos, acompanhados de um baixo imponente e efeitos que parecem voar pelo espaço. A letra fala sobre despedida, não ter o que fazer a respeito, deixar ir e esperar por dias melhores.

Para encerrar, “Algum Lugar” chega devagar e melancólica. A música ganhou um clipe que traz em suas cores a mesma pegada triste. Em preto e branco, com cenas dos integrantes caminhando, na praia, ou por cantos e becos da cidade, o vídeo segue, acompanhado de uma música que aos poucos vai atingindo um ponto mais catártico.

 

A arte da capa do disco foi realizada por Jéssica Lobo. A produção do álbum foi realizada pela própria banda. A gravação, mixagem e masterização ficaram a cargo de Gil Mello.

O trio é de Vitória – ES e conta com Izac Almeida, Vitor Locatelli e Luiz Alves.

Confiram o álbum completo nos links abaixo e acompanhem o trabalho da Moreati, através da página oficial da banda no Facebook.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s