Dicotomia de Versos Polaris, disco literal e poético

Por: Letícia Moraes

46712066_727522080950127_3043639887254257664_n

Versos Polaris, projeto musical da cantora, compositora e instrumentista super carismática: Nathália Lobato. Com uma sonoridade que vaga entre o folk, indie e música brasileira contemporânea.

A talentosa Nathália também é baixista, já tendo tocado com artistas da cena paraense como a banda Chuvas e Cataventos, Pratagy e Lívia Mendes. Além disso foi produtora cultural da The Folking Night, evento voltado para a cena folk de Belém.

Foi em 2017 que ela estreou como cantora e compositora, trazendo à tona seu EP “As Músicas da Nath” e em 2018 cresceu com seu primeiro álbum “Dicotomia”. Morando em São Paulo atualmente, também é produtora do Club do Folk, coletivo que promove encontros de músicos autorais na cidade.

“Dicotomia”, primeiro disco completo da carreira de Versos Polaris, conta com nove faixas autorais, abordando o conceito literal e poético da palavra que o intitula.

Mostrando todas as nuances da mesma artista, esse trabalho pode refletir suas alegrias e tristezas, conquistas e frustrações, acertos e deslizes. Quase como um diário bem disposto.

A disposição das músicas, as cores e o design utilizados fazem parte de um conceito que alude às questões dicotômicas da existência humana. Com certa contradição, mas se complementando.

Ouça Dicotomia:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s