Anguere denúncia o terror em clipe de “Chacina”

Por: Vinícius Aliprandino

IMG-20180610-WA0031

Recentemente, a banda de Rio Claro-SP, Anguere, lançou o single “Chacina”. A canção, que trazia um som pesado, que vai do trash ao hardcore, ganhou uma matéria aqui no Papo Alternativo. A faixa é uma prévia do novo trabalho que o grupo irá lançar ao longo de 2019.

Agora, além da canção, o trio também se empenhou no clipe para “Chacina”.

A música traz uma temática forte e tão pesada quanto a sonoridade. Abordando uma cena de assassinato, a banda reflete a respeito de conflitos diários que acontecem e que muitos dos praticantes estão protegidos pelo sistema. Ao longo da canção, o trio conta sobre o ódio disseminado e todos os males que ele pode causar. A cena descrita pela voz de Thiago Soares é de verdadeiro terror.

O vídeo se passa com a banda realizando sua performance, entre os vocais rasgados, riffs pesados da guitarra e batidas enfurecidas da bateria, em um ambiente, onde é possível ver críticas sociais e outras palavras como é o caso de “molotov“, grafitado.

“A lamina que rasga sua alma para fora
A bala que alivia o sofrimento e a dor
A sua alma esta indo para o inferno
Pelo menos não verá o terror”

Chacina” teve a mixagem e masterização de Lucas Neves e Piu Meyer, no estúdio Vintake. O clipe teve a filmagem e edição de Otávio Silvia. Já a parte de produção e montagem do cenário foram realizadas pela próprio grupo.

A Anguere conta com Thiago Soares (voz), Cleber Roccon (guitarra) e Adriano R. Prado (bateria).

Confiram o clipe de “Chacina” no link abaixo e acompanhem o trabalho da Anguere, através da página oficial da banda no Facebook.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.