Plano-sequência e retrocesso do país – o clipe de “Engrenagens” da Devonts

Por: Vinícius Aliprandino

17499279_1490828514291949_5617295259280051708_n

Os dias estão turbulentos. O clima segue pesado e os governantes parecem ir, cada vez mais, para um lado sombrio e distante da ética. Diante dessa situação é necessário que a arte seja capaz de ir contra isso tudo, tanto na forma de realizar a denúncia em suas mais distintas formas de expressão, quanto na maneira de trazer um pouco de paz para cada um desses dias.

Assim surge o novo clipe do duo Devonts. Fazendo poesia desde sua letra até o formato do vídeo, “Engrenagens” conta com a sonoridade tranquila. Utilizando do preto e branco em um plano-sequência, o trabalho se desenvolve embalado pelo folk rock da banda,  e totalmente atento e consciente em relação a situação atual do país.

Criticando o retrocesso, a dupla formada por Pedro Rui Von (voz, violão e gaita) e Denis Cruz (baixo, percussão e voz), trocou seus típicos instrumentos pela conga e a viola caipira. O duo contou com mais quatro músicos para darem vida a canção e abordarem temas como falsa crença em um salvador da pátria, manipulação das massas através de fake news e o culto às armas.

Diferentemente da versão em que a música foi gravada no disco “Alguns Anos Daqui”, no clipe, “Engrenagens” é apresentada em uma versão um tanto mais crua  e rearranjada.

Neste trabalho, ao lado de Pedro e Denis, participaram a cantora alemã YVY que somou sua voz à dupla; Erick Sabino que ficou responsável pelo piano Rhodes; Ivan Barreto que cuidou da percussão e Marcos Alma, que produziu o último disco da Devonts, assumiu as cordas graves e gravou o baixo.

A concepção do vídeo em plano-sequência, em formato de jam session, surgiu da ideia do produtor Marcos Alma, que também ficou responsável pela gravação, ocorrida no estúdio Nheengatu, na cidade de São Paulo. O registro do vídeo é de Neube Neto.

Além das críticas, a música do duo de Bragança Paulista-SP, que atualmente reside em São Paulo, apresenta um caminho a seguir, mostrando ideias de como melhorar como sociedade e nação.

A música dá a ideia de que precisamos muito mais nos apoiar como um todo e desenvolver empatia ao invés de buscar um herói pra isso, então por isso resolvemos apresentá-la assim: cantando em coro, valorizando a união e o espírito democrático”, explica o vocalista Pedro.

Confiram o clipe de “Engrenagens” no link abaixo e acompanhem o trabalho da Devonts, através da página oficial da banda no Facebook.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.