Yamí engrandece a cultura baiana em clipe

Por: Letícia Moraes

mail (1)

Em seus singles anteriores, o projeto Yamí vagou pelas areias do deserto e pelos sons africanos. Agora ele se aventura em um instrumental eletrônico com influências baianas, em “Baião da Onça”.

A canção ganhou um clipe, que mostra as ruas e a noite de Salvador, como uma cidade pulsante. Uma mistura de percussão brasileira, tons eruditos com o cello e música eletrônica.

Yamí é a junção do percussionista baiano Marco Lobo e do violoncelista italiano Federico Puppi. Participando de shows pelo país e parcerias nos palcos como Criolo, Tulipa, Ruiz e Catello Branco. Logo eles deverão lançar um disco de estreia.

O vídeo foi dirigido por Pico Garcez, com imagens da tradicional Feira de São Joaquim e uma performance ao vivo no bar D’Venetta. Um encontro de culturas e tempos diferentes, com ancestralidade e futuro junto, isso é Yamí.

“Essa música tem uma raiz brasileiríssima no ritmo do baião e uma pegada bem eletrônica no beat e nos synths. Escolhemos ‘Baião da Onça’ para ganhar o primeiro clipe do projeto Yamí porque ela representa muito bem a natureza do nosso trabalho. Algo ancestral, alegre, moderno e bom de dançar”, conta Marco Lobo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.