Rita Zart utiliza jogo de palavras e prazer em “Linguagem”

Por: Vinícius Aliprandino

Rita Zart

Tensão, o erótico, o clímax, de seus momentos para as palavras. Nessa tentativa de levar as sensações a flor da pele para as palavras, a cantora e compositora Rita Zart lançou a canção e o clipe de “Linguagem”.

A faixa faz parte do EP ”O Que Range”, lançado no final de 2019, e que marca a estreia de Zart.

Ao longo da música, sensações que remetem a ideia proposta pela artista são descritas. Palavras como ventre, febre, macia, enlaço, entre outras, fazem par, buscando levar os momentos eróticos e seu climax, para quem escuta a canção.

 

Jogo de palavras

Ao mesmo tempo, não apenas as palavras buscam trazer as sensações que remetem ao erótico, mas um jogo de palavras é colocado sobre a mesa. Como é o caso de trechos que cantam “língua age” (remetendo a linguagem), ou “tirar por na grafia” (pornografia).

A faixa não apenas fala da linguagem, como faz uso dela para levar diversos sentidos e incitar o prazer, de modo que esse possa transbordar os limites do que é permitido e capaz de sentir.

Rita Zart 2

Influências

A música teve inspiração nas palavras do poema “Exterior” de Waly Salomão e também bebe das águas do livro “Delta de Vênus”, de Anais Nin.

O clipe de Linguagem explora os indizíveis desejos, libidos e paixões que nos movem em contraponto à estruturas em que somos condicionados a viver nossas relações em todos os campos, para além do afetivo e sexual”, explica a cantora.

Para compor a canção, Rita contou com a ajuda de alguém com quem ela conversa muito sobre o tema da música – a psicanalista Beta Pires. A psicanalista também escreve poemas e neles costuma utilizar da separação de sílabas, para brincar no jogo de palavras.

 

“Invisível
Lisos lados
Ventre, febre
Pelos pelos
E já trans bor dei”

 

Ficha técnica

A produção do clipe ficou a cargo de Gogó, Muitas Palmeiras e Fleet Films. Já a parte de direção e roteiro foram realizados por Marcela Ilha Bordin.

A direção de fotografia é de Edu Rabin e a produção executiva da própria Rita Zart, ao lado de Maria Eduarda Caldeira Brino. A direção de arte ficou por conta de Talita Menezes; e a montagem por Joana Bernardes.

A direção coreográfica é de Renata de Lélis e os figurinos de Juliana Franarin e Mariana Tostes (Hebe).

Alberto Goldim cuidou da assistência de direção, enquanto que Juliano Possebon Ferreira foi quem ficou responsável pela assistência de câmera. A assistência de direção de arte foi feita por Soraia de Matias e Vanessa Rodrigues da Silva.

Confiram o clipe de “Linguagem” no link abaixo e acompanhem o trabalho de Rita Zart, através da página oficial da cantora no Facebook.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.