Em clipe, Assini rompe as amarras para ser livre

Por: Vinícius Aliprandino

Frame do clipe (3)

 

Buscar a liberdade. Tirar o peso das costas e se livrar de algo ruim que acontece em sua vida. Todos, ou quase todos já tiveram essa sensação e precisaram se livrar desse peso. Quem não fez, precisaria entender o quanto é necessário.

Com essa ideia, o cantor e compositor catarinense Assini lançou o clipe de “I’ll take my freedom”. A faixa está presente no EP “Gênesis”, lançado neste ano pelo músico.

De acordo com Assini, é necessário deixar de se auto sabotar, na busca por uma vida leve e tranquila.

 

Ser livre

O clipe mostra o processo de se libertar de algo ruim que está acontecendo na sua vida. Todos nós temos nossos próprios demônios e não é possível dançar enquanto você está com todo esse peso nas costas. Por isso prometa a si mesmo que você vai deixar de se auto-sabotar e seja livre”, explica o músico.

 

“I’m gonna find my way tonight
I’m gonna finally set me free
I’m gonna find my peace tonight
Set me free”

 

Frame do clipe (1)

 

No vídeo, Assini canta em um campo, em que está apenas ele. A princípio, o artista aparece com uma corrente amarrada em seus punhos. Em outras cenas, dando a sensação de liberdade, Assini corre pela área, como quem rompeu as amarras e agora pode sentir a leveza e viver como bem entender.

Confiram o clipe de “I’ll take my freedom” no link abaixo e acompanhem o trabalho de Assini, através da página oficial do músico no Instagram.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.