Influências e inéditas no póstumo “Lights Out” do Blind Pigs

Por: Vinícius Aliprandino

Foto por Tinho Sousa

Rápido e direto, mas sem deixar de ser trabalhado e pronto para ser apreciado. Clássico, mas sem deixar de trazer uma essência nova. Carregado de velocidade punk e com discurso afiado, o Blind Pigs aparece para a saideira. O apagar das luzes. A despedida.

O álbum “Lights Out” chega totalmente em inglês, na contramão do trabalho que a banda vinha realizando desde 2008, e, em partes, resgatando a sensação das antigas composições doo grupo. O começo e o final se encontrando, se assim podemos dizer.

Mas por que “em partes”? A causa é simples. A essência é a mesma, mas o último disco traz um Blind Pigs diferenciado, ao longo das 8 canções de “Lights Out” .

Fúria e energia

As composições próprias e inéditas abrem caminho – “Restless Resistance” – furiosa e enérgica, com refrões para serem cantados com força nos pulmões; “Not Dead Yet” que logo de cara traz a bateria crua acompanhada de um riff que  é cara da banda., conta com um refrão mais melódico, mas sem perder a agressividade do punk que o Blind Pigs sempre soube fazer bem. Destaque para as viradas da bateria que levam a sensação de um passeio por um looping em uma montanha russa.

Steel Toe Judges” tem uma introdução que indica que algo está por vir. E a sequência mostra que realmente algo estava pra acontecer. Como em uma explosão, a música abre para que todo o instrumental suba ao palco, momentos antes das vozes do vocalista Henrike Baliú e seu vocal característico e cheio de personalidade, intercalarem com o famoso e carismática segunda voz do guitarrista Gordo.

Sem esquecer das raízes

Mas para encerrar e apagar as luzes, a banda não poderia deixar de lado as influências que construíram a sonoridade do Blind Pigs. No testamento, nomes de The Business são lembrados no cover de “Real Enemy”, que grita pela união punk com foco para derrotar o verdadeiro inimigo. “Misguided Memories” do The Freeze empolga, no que poderia facilmente abrir um pogo, bem divertido, em algum suposto show da banda.

O Zero Boys é lembrado em “New Generation” com agilidade de um hardcore com notas e batidas rápidas.

God Damn Job” chega para dar uma balanceada na poça de suor que o disco vinha trazendo com tanta música rápida. O cover do The Replacements, com seus refrões que grudam na cabeça, possui também um solo clássico, a nível punk rock.

E antes de apagar as luzes é a vez de “Lights Out” do Angry Samoans. Mais uma vez com Henrike e Gordo intercalando os vocais. Destaque para os momentos em que a bateria segura todo o pano de fundo da canção, antes da faixa desaguar no instrumental insano.

Um adeus ou até logo? Quem sabe!

E assim se encerra o trabalho final do Blind Pigs. Missão cumprida, porém, quem sabe um dia a banda volte para outra sessão de doses de fúria e revolta, para a alegria da legião de inconformados.

No momento, os integrantes não pensam em um possível retorno. Henrike, Mauro, Galindo e Arnaldo seguem mais fortes do que nunca no Armada, enquanto que o guitarrista Gordo (Christian Targa), da mesma maneira, segue com muita energia e dedicação em sua banda O Preço.

Ficha técnica

Lights Out” saiu através da parceria entre as gravadoras Hearts Bleed Blue (HBB), Neves Records e Detona Records.

A produção do trabalho foi feita por Átila Ardanuy, entre 2013 e 2015, antes da banda finalizar seu trabalho em 2016.

Confiram o álbum “Lights Out” no link abaixo e acompanhem o trabalho do Blind Pigs, através da página oficial da banda no Facebook e do perfil no Instagram. E não deixem de acompanhar os trabalhos dos integrantes em suas bandas atuais, Armada (Facebook/Instagram) e O Preço (Facebook/Instagram).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.