Em “1964”, Tuim alerta e mostra que não há nada para celebrar

Por: Vinícius Aliprandino

Alertando sobre os riscos que as estruturas que mantém a democracia vida, sofrem, o duo Tuim lançou a faixa “1964”. O nome da canção faz referência ao mesmo ano do Golpe Militar, que o Brasil sofreu, e que colocou o país sobre décadas de censura, escuridão, mortes, medo e tortura.

Ao contrário do que muitos celebram, a música deixa claro a verdade de um período em que o tempo parou, em um cenário de horror, que ainda é o temor do presente; e carrega um sentimento de tensão diante do que vivemos e de como isso pode desaguar e voltar a ser como foi em um passado tomado pela época sombria em que o Brasil esteve.

Porém, apesar de tudo estar tão caótico neste 2021, a canção foi composta anteriormente. Em 2018, logo após as eleições presidenciais, inconformada, temendo pelo futuro e em constante alerta, a artista Paula Raia, que ao lado de Felipe Habib, dão vida ao Tuim, compôs a letra.

Em seguida, o duo musicou a faixa que surge com influências da MPB e do rock, mesclando momentos de sutileza e densidade, passando por ecos do desespero e do drama, representando todo o clima negativo que paira sobre o país, seja naquela ou nessa ocasião.

A música foi gravada na Toca do Bandido, no Rio de Janeiro e contou com a produção de Felipe Rodarte. A distribuição da canção, via as plataformas digitais, acontece através do selo Toca Discos.

Confiram “1964” aqui e acompanhem o trabalho de Tuim, através da página oficial do duo no Facebook e do perfil no Instagram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.