Cecé Pássaro imerge nos tons de “Velho Novo Ar”

Por: Letícia Moraes

O artista Cecé Pássaro aborda conflitos entre o urbano, a natureza e o isolamento em “Velho Novo Ar”. Através desse som ele faz uma reflexão sobre a solidão, buscando um “ar” em meio a esse caos em que nos encontramos. A canção remete à conexão natural mais ancestral: o oxigênio, que nos liga de forma vital a tudo que nos rodeia.

Com diversas camadas sonoras, o som eletrônico transmite o clima de uma pista de dança e dialoga com o requinte harmônico dos pianos e teclas de Diego Schultz, formando um pop singular, quente e exótico. Ainda passeia pelo hip hop, house e MPB.

Cecé começou sua carreira em 2016, quando após um exercício teatral encontrou a persona na qual vem expressar sua poética e seu dom musical até hoje. De 2016 a 2020 sua trajetória foi marcada por muitos shows, onde construiu uma linguagem artística e criou uma base de fãs em Porto Alegre.

Suas composições têm fortes marcas de manifestações de força da natureza, por uma poética não binária, pela evocação do sagrado em sexualidades e performances de gênero ditas dissidentes. Sua imersão na temática pode ser notada fielmente em cada toque de sua canção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.