Marcus Zalves denuncia a vida precária da família brasileira em “32 de Janeiro”

Por: Vinícius Aliprandino

Dando continuidade aos lançamentos referentes ao universo do seu novo trabalho, o músico sorocabano Marcus Zalves lançou o clipe de “32 de Janeiro”.

O clipe e a canção tratam da questão do racismo e a estrutura em que a família brasileira se encontra, em especial, onde Marcus faz questão de cutucar a ferida, a dificuldade que pessoas pretas têm em encontrar emprego no Brasil.

Ao longo do vídeo, Marcus aparece trabalhando, fazendo jus ao nome do álbum “Labuta”, o qual traz a faixa “32 de Janeiro”.

A faixa carrega as influências que vão do Daft Punk ao Racionais MCs, além de outras referências do soul e funky music.   

Os personagem centrais da música são uma mulher preta que busca sobreviver e dar uma vida digna a seus filhos, através de serviços de faxina, em uma luta diária e sem se dar ao luxo de demonstrar o cansaço; e também um homem, filho de nordestino, que, injustiçado e ferido pelo preconceito conta sua pele, é preso por um crime que não cometeu.

Ficha técnica

O clipe teve a direção de Rômulo dos Santos e contou com a edição de Vinicius dos Santos. A captação de imagens ficou a cargo de Rômulo dos Santos, junto de Gabriel Camargo.. Já o roteiro foi escrito por Celso Cayuella, junto, mais uma vez de Rômulo.

Marcus contou com a participação de Discórdia. Medusa Camargo participou como atriz e cuidou da parte de figurino, enquanto que João Marcos também foi ator no vídeo. O cabelo dos participantes do clipe ficou a cargo de Júnior Garcia.

Confiram o clipe de “32 de Janeiro” no link abaixo e acompanhem o trabalho de Marcuz Zalves, através da página oficial do músico no Facebook e do perfil no Instagram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.