Jana Mark traz o single “Nada Mais” e seu clipe

Por: Letícia Moraes

Jana Mark, cantora e compositora, conheceu seu dom musical ainda na infância e desde seus oito anos se dedica a isso. O single “Nada Mais” nasceu desse talento todo pra mostrar sua influência do jazz da década de 70 e também da MPB. A canção fala sobre o amor romântico, que torna preciosa cada hora de um dia comum.

A música surgiu quando ela observava seu marido, que também aparece no clipe. A artista conta que ao olhar pra ele a música foi surgindo em sua mente, desde a letra até a melodia. No mesmo instante ela decidiu gravar a canção e enviar para o produtor que acompanha seu trajeto e ele sugeriu que a ambientação da música remetesse aos anos 70.

Ela se inspira no timbre de Amy Winehouse e na genialidade musical de Tim Maia, Jana tá atuou em bandas de baile e até mesmo em navios, chegando a cantar em 40 países diferentes. Mas foi na banda Santa Esmeralda, em Chavantes (SP), que ela começou a viver da música, com seus 15 anos.

Mesmo carregada de experiências musicais, ela sentia falta de alguma coisa, e com o decorrer do tempo descobriu que era a música autoral. Em 2019 ela começou a tornar-se também compositora e em 2020 lançou o EP “Tá em Casa”, que foi sucedido pelo single “Trampolim”.

O clipe “Nada Mais” foi produzido e dirigido por Dadion Gomez, que também teve contribuição no roteiro junto da cantora. O vídeo contou com a participação mais que especial de Rogério Cruz, marido de Jana e quem inspirou a canção. A produção musical é de Elton Lee. Mixagem e masterização de Júlio Paz. Gravado no JCP Estúdio. Participaram da faixa os músicos: Ney Dias, Elvis Toledo, Adriano Franklin e Júlio Paz.

“Sempre escrevo de acordo com as coisas que vivo, penso e sinto no momento. O tempo para mim é a coisa mais importante e o melhor presente que você pode dar a alguém. Tem momentos que a gente tem vontade de congelar para sempre, porque aquele momento é único! Nada Mais é uma letra para pessoas que prezam o tempo, a paixão e o ingrediente principal: o carinho.”,
conta Jana Mark.

AJUDEM O GAPP E SEUS GATINHOS PIFENTOS

Caros leitores e amigos. Saindo um pouco do assunto de arte e indo para outra arte. A arte de amar e ajudar. Não pedimos contribuições nenhuma para nosso site, mas queremos pedir que vocês contribuam, com qualquer quantia ou ação, com o pessoal do GAPP (Grupo de Apoio aos Pretinhos Pifentos).

Para ajudar, basta doar qualquer quantia para os seguintes meios:

PIX: gapp_contrapif@hotmail.com

Picpay: camila.dstefani

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.